DESPORTO.

FRANCISCA LAIA

(ATLETA DE CANOAGEM)

Francisca Dias Laia nasceu cidade de Abrantes. Desde cedo tomou contacto com o mundo da canoagem, encorajada pelo seu pai, que fora e é treinador canoísta, e foi em 2003 que iniciou o seu percurso no Clube Desportivo “Os Patos”, em Abrantes. As qualidades inatas de Francisca levaram com que, em 2008, se tornasse Vice-Campeã Nacional Velocidade.

Durante os anos seguintes mostrou um percurso ascendente que lhe conferiu uma soma de medalhas tanto em competições nacionais como internacionais. Sagrou-se campeã nacional em 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014, além das medalhas de bronze em K2 500m no Europeu Sub-23 e em K1 nos Europeus de Juniores de 2011 e 2012. Em 2012 ingressou o seu curso académico em Medicina na Universidade de Coimbra onde foi merecedora do Prémio Asclepius – Desporto atribuído pelo Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade de Coimbra.

Em 2015 foi medalha de prata em K1 200m na I Taça de Portugal de Regatas em Linha (1.º em Sub-23) e o bronze no Campeonato Nacional de Fundo de K1. No plano internacional Francisca conquistou uma medalha de ouro em K4 200m na I Taça do Mundo; uma de prata em K1 200m no Campeonato do Mundo Sub-23 e duas de bronze, em K1 200m no Mundial Sub-23 e em K4 500m também na I Taça do Mundo.

Nesse mesmo ano foi nomeada pela Confederação do Desporto de Portugal para “Atleta Feminina do Ano” e ganhou o Prémio de “Atleta Feminina do Ano” atribuído pela Federação Portuguesa de Canoagem.

No ano de  2016, o Sporting Clube de Portugal fez a sua aposta olímpica com Francisca Laia que é uma das representantes na categoria de sub-23.

Na sua carreira destacam-se as vitórias obtidas na Taça do Mundo disputada em Montemor-o-Velho, em K4 200, juntamente com Joana Vasconcelos, Beatriz Gomes e Helena Rodrigues; no Mundial universitário de 2016, também em Montemor-o-Velho, em K1 200 e K2 500, com Maria Cabrita. A somar às vitórias deste presente ano, Francisca Laia conseguiu o apuramento para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Foi a sua estreia  em Jogos Olímpicos, em K1 200, e classificou-se no 16º lugar.

Em 2017 foi medalha de prata no Campeonato da Europa (Plovdiv, Bulgária), em K2 200, fazendo dupla com Joana Vasconcelos, com quem ganhou a prova da Taça do Mundo realizada em Belgrado, Sérvia.

Ainda em 2017, pela primeira vez, nomeada para a XXI Gala dos Globos de Ouro na categoria de Melhor artista desportiva.

Francisca Laia também é actualmente, aluna do 6º ano do Curso de Medicina , na Faculdade de Medicina de Coimbra.